Países visitantes

Países visitantes: Brasil, Estados Unidos da América, Portugal, Alemanha, Rússia, Canadá, Reino Unido, Argentina, Espanha, Angola, Polônia, China, França, Israel, Venezuela, Ucrânia, Paraguai, Bolívia, Indonésia, Malásia, Grécia, República Tcheca, Iraque, Jordânia, Hong Kong, Itália, Austrália e India.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

JESUS, O VERDADEIRO NATAL.


Sem dúvida, o Natal é a data mais festejada do cristianismo. Nem mesmo os ateus conseguem fugir do Natal, e de uma ou outra maneira são confrontados com essa festa. Mas até que ponto nós conseguimos realmente compreender o significado do Natal?
Em pensamentos sempre lembramos da estrebaria e da criança na manjedoura. Mas esse é apenas um dos fragmentos visíveis do que aconteceu naquela ocasião. O Natal é muito mais. Ele é a primeira ligação entre o céu e a terra. Trata-se de um encontro da glória invisível de Deus com a nossa existência humana. O eterno e poderoso Deus, uma personalidade que não pode ser compreendida pelo nosso raciocínio, um poder que não pode ser expresso em palavras, enviou o Seu Filho Jesus para a terra. Cristo, o Filho de Deus, teve de tornar-se homem!
Certamente Deus poderia ter agido de outra maneira. Ele poderia ter dado uma aparência sobre-humana a Seu Filho, como a um anjo, enviando-O para a terra. Mas assim Jesus não teria se tornado homem, e Ele também seriam sempre visto somente como um ser sobrenatural.
Jesus tornou-se homem. Ele começou a Sua vida como todos nós: Ele nasceu num mundo perdido. Ele não teve nenhum lar seguro, pois pobreza, inquietação e fuga caracterizaram os primeiros dias da Sua vida. Com Ele aconteceu exatamente o mesmo que ocorre a milhões de pessoas em nossos dias. Jesus foi homem como nós. Esta é a verdade sóbria do Natal.
Mas a mensagem do Natal é o esplendor da glória de Deus que paira sobre todos esses acontecimentos. Embora Jesus tivesse se tornado homem, Sua verdadeira glória não pôde permanecer oculta. Até os magos do longínquo Oriente reconheceram: lá em Belém nasceu Alguém que é mais que simples homem! Eles O procuraram e tiveram um encontro com Jesus.
O Natal é o convite de Deus a nós seres humanos: venham, vejam meus filhos! O verdadeiro encontro com Jesus, o verdadeiro Natal, também fez com que os magos do Oriente mudassem os seus planos de viagem: "Sendo por divina advertência prevenidos em sonho para não voltarem à presença de Herodes, regressaram por outro caminho a sua terra" (Mateus 2.12). O encontro com Jesus protegeu-os de um novo encontro com o Seu adversário.
O Natal também é uma ordem de Deus a nós: siga por outro caminho! O grande perigo em relação ao Natal está na tradição exterior. Brilho de luzes e cânticos de Natal não fazem o Natal.
Ele somente torna-se uma festa verdadeira se encontrarmos Jesus de verdade e se por meio disso ocorrer uma mudança no rumo da nossa vida. 



domingo, 11 de dezembro de 2011

NÃO TEMEREI MAU ALGUM !!!

“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo: a tua vara e o teu cajado me consolam.” (Salmo 23.4)



Se pela fé o seu coração encontra consolo nas promessas de Deus, então você segue o caminho dos Seus mandamentos, o que quer dizer que você está interiormente curado da sua incredulidade, como diz o profeta Jeremias. Naturalmente as tentações não deixarão de existir. E evidentemente muitas vezes esse caminho fica escuro, mas “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum.” Em outras palavras: a vereda plana, o caminho da justiça muitas vezes conduz a um vale de sombra e morte. Talvez você, que agora está lendo estas linhas, se encontre bem no meio do vale da sombra da morte. O vale é escuro; você nada pode ver diante de si nem atrás de si. Você só pode olhar para cima. Mas isso basta, pois as Escrituras dizem: “…olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus.” Assim experimentamos e presenciamos o contrário daquilo que o diabo quer. Pois ele quer que você se amedronte no vale da sombra da morte e desanime em meio às dificuldades. Mas o Senhor quer dar a você, no meio do vale escuro, uma profunda comunhão com Ele. Sim, justamente numa hora assim o Senhor é sua luz e sua salvação! Justamente nesse momento você tem motivo para se alegrar ao invés de ficar atemorizado.

sábado, 3 de dezembro de 2011

DEUS CUIDA DE NÓS!




Salmo 103
          Vamos parar por um momento e refletir sobre tudo aquilo que Deus tem dado a cada um de nós. Vamos observar o quanto Deus tem cuidado de nós, como Ele nos tem protegido de perigos que às vezes nem chegamos a tomar consciência, como Ele tem preservado a nossa família, a nossa vida. Basta olharmos à nossa volta e nas coisas mais simples do dia-a-dia já constataremos que Deus cuida de nós!

        O salmista Davi, no Salmo 103, desperta a sua alma para agradecer a Deus, para bendizer ao Senhor por todos os benefícios que tem recebido das mãos de Deus.

        Destacamos abaixo alguns desses cuidados de Deus.

DEUS PERDOA OS NOSSOS PECADOS
       “É Ele quem perdoa todas as tuas iniqüidades...” (SL 103:3). Sabemos que todos nós pecamos, não é verdade? Você conhece alguém que nunca pecou? A Bíblia afirma que se dissermos que não temos cometido pecado, enganamos a nós mesmos e fazemos a Cristo de mentiroso (I João 1:8-10).

      Quando você peca, o que você faz com o pecado cometido? Tenta escondê-lo, negá-lo, jogar no esquecimento, afogá-lo na bebida alcoólica ou outras drogas, faz de conta que não se incomoda? A única maneira que temos para solucionar o pecado em nossas vidas é arrepender-se, confessá-lo, abandoná-lo e pedir perdão a Deus. Só assim conseguiremos o perdão de Deus e receberemos dEle a salvação (Prov 29:13; Romanos 6:22-23)! Você deseja orar pedindo perdão a Deus? Você deseja receber a salvação?

DEUS CURA TODAS AS NOSSAS ENFERMIDADES
       “É Ele quem sara todas as tuas enfermidades” (SL 103:3). Estamos vivendo num tempo de grande avanço da medicina, mas também temos um aumento e evolução de tantos vírus, bactérias e enfermidades as mais variadas, estranhas e difíceis de serem curadas. Algumas continuam sem cura pela medicina. 

      Tem alguém da sua família que se encontra enferma? Você está precisando de uma cura? Vamos orar a Deus, pois Ele pode curar qualquer que seja a enfermidade. Porém, a maior cura que precisamos é espiritual, pois essa durará eternamente. Você já recebeu essa “cura” de Deus? Deseja recebê-la agora? Então, ore a Deus e receba a Jesus como seu Salvador!

DEUS NOS SUPRE DE TODO O BEM
        “... quem farta de bens a tua velhice...” (SL 103:5). Bens, riqueza, graça, misericórdia, perdão, longevidade, benignidade, saúde, cura, justiça e tantas outras bênçãos o Salmista revela que recebeu do Senhor. Ele, então, expressa a sua gratidão e revela que Deus é quem tem cuidado dele!

      Viver sem dinheiro para se manter ou manter as necessidades da família, sobreviver com escassez de alimento, na pobreza e miséria é muito triste e provoca uma opressão terrível. Lamentavelmente, muitos tem vivido assim! Precisamos ensinar às pessoas que existe um Deus que cuida de nós, supre as nossas necessidades, que nos faz prosperar e nos dá a vida eterna. Para isso, devemos fazer uma aliança eterna com Ele, recebendo a Seu Filho Jesus como nosso Salvador e vivermos segundo Seus ensinamentos e princípios! E assim seremos felizes para sempre!

 O Apóstolo Pedro disse aos primeiros cristãos que eles deveriam lançar sobre Jesus todas as suas ansiedades, porque Ele cuida de nós (I Pedro 5:7). Entregue a sua vida aos ternos e amorosos cuidados do Senhor, renda-se a Ele e O receba como seu Salvador! Ele quer cuidar de nós e nos fazer felizes!

SEGUIDORES

Acompanhar por E-mail

OUTROS ARTIGOS

Ocorreu um erro neste gadget