Países visitantes

Países visitantes: Brasil, Estados Unidos da América, Portugal, Alemanha, Rússia, Canadá, Reino Unido, Argentina, Espanha, Angola, Polônia, China, França, Israel, Venezuela, Ucrânia, Paraguai, Bolívia, Indonésia, Malásia, Grécia, República Tcheca, Iraque, Jordânia, Hong Kong, Itália, Austrália e India.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Louvando a Deus em meio as tribulações


Júlio Romanov


“Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, meu Salvador e meu Deus” (Salmo 42:5).

Quão difícil é para o homem louvar a DEUS no momento da tristeza e da aflição de sua alma! Mas DEUS dá a receita para os espíritos abatidos e amargurados: louve o Seu santo Nome. O louvor foi feito por DEUS para o engrandecimento do Seu Espírito. O louvor é um gesto de gratidão do homem com DEUS, reconhecendo que ELE está presente também nas horas em que a pessoa se sente sozinha e melancólica.

Quando uma pessoa entoa, no momento de dor, um cântico de louvor a DEUS, ELE se faz presente como um DEUS consolador: “na angústia, invoquei ao Senhor e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz e aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face” (Salmos 18:6). Não devemos louvar apenas depois que recebemos as bênçãos do PAI, mas muito antes, por aquilo que ELE é e representa em nossas vidas. Louve! O Espírito Santo habita no meio dos louvores. Mesmo sem vontade, louve! Chorando, com o coração amargurado, é hora de louvar, de engrandecer o Nome do SENHOR através dos cânticos celestiais que saem de nossa boca. O louvor traz paz, renova as nossas forças, projeta-nos ao alvo que DEUS estabeleceu para as nossas vidas.

DEUS já se faz presente em nós, está conosco todos os dias, sejam nas tempestades ou na calmaria. DEUS nos dá a provisão diária, o alimento, o trabalho, a morada, os livramentos, a paz e toda sorte de bênçãos. É em CRISTO que devemos nos abrigar quando sobre nós vêm as rajadas de chuva: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. (…) Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre as nações, serei exaltado sobre a terra” (Salmo 46: 1 e 10).

O profeta Habacuque era um desses que fazia de sua vida uma atmosfera de interrogações e queixumes. Ele não entendia porque tantas coisas ruins aconteciam ao seu redor, porque os ímpios prosperavam e os filhos de DEUS padeciam devido a grandes angústias. Habacuque perguntava a DEUS: “Por que te calas quando o ímpio devora aquele que é mais justo do que ele?” (1:13). Mas o mesmo profeta, que era um dos cantores do templo, buscava DEUS em oração, refugiava-se em sua torre de vigia, e aguardava pacientemente a resposta: “sobre a minha torre de vigia estarei, e sobre a fortaleza me apresentarei e vigiarei, para ver o que fala comigo, e o que responderei a esta queixa” (2:1). Habacuque, assim como você que lê este estudo, via as coisas ao seu redor e ficava perplexo. Contanto, em meio a tantas desgraças, a um cenário estarrecedor, ele entoou um dos mais belos cânticos de louvor ao DEUS de Israel: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide, ainda que o fruto da oliveira falhe, e os campos não produzam mantimento, ainda que as ovelhas sejam exterminadas, e nos currais não haja gado, todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação” (3:17-18). Assim também fez Jó, quando foi atingido pelos dardos inflamados de satanás em sua caminhada cristã. Durante os momentos mais difíceis de sua vida, as suas perdas, a sua dor profunda, além de ouvir o conselho da sua própria esposa que amaldiçoasse a DEUS e morresse, foi nesse cenário que Jó, passando pelo vale de angústia, louvou a DEUS com os seus lábios e de todo o coração: “Nu saí do ventre da minha mãe, e nu tornarei para lá. O Senhor o deu e o Senhor o tomou; bendito seja o nome do Senhor” (Jó 1:21).

E Davi o que fez quando estava sendo perseguido por Saul, seu adversário? Reclamou? Baixou a guarda? Leia então os versículos seguintes e encontre a resposta de Davi às ameaças de Saul: “no dia seguinte um espírito maligno da parte de Deus se apoderou de Saul. Ele começou a profetizar em sua casa, enquanto Davi tocava a harpa como nos outros dias. Saul trazia na mão uma lança, e a atirou, dizendo para si mesmo: encravarei a Davi na parede. Mas Davi se desviou dele duas vezes (…). Porém o espírito maligno da parte do Senhor tornou sobre Saul, estando ele assentado em sua casa, e tendo na mão a sua lança. Enquanto Davi tocava o seu instrumento de música, Saul procurou encravá-lo na parede. (…) Davi se saía muito bem em todas as suas expedições, porque o Senhor era com ele” (1 Samuel 18:10-11; 19:9-10; 18:14). Um dos louvores que Davi escreveu e entoou no momento de maior perseguição de Saul contra a sua vida está no Salmo 18. Leia-o! Faça dele também o seu cântico.

Apesar de DEUS garantir vitória aos Seus filhos, muitos destes não têm entoado cânticos de louvor ao PAI quando os dias maus se agigantam. Ao contrário, têm procurado desistir da caminhada, usado a boca apenas para reclamar. Apesar de DEUS livrar você da morte, dos laços dos inimigos da sua alma e ainda te abençoar, ter misericórdia de ti, ELE não tem recebido nada como recompensa. Por essa razão, o salmista indagou: “Que darei eu ao Senhor, por todos os benefícios que me tem feito?” (116:12). O que você tem dado a DEUS em retribuição ao que ELE tem feito por você? Observe algumas resoluções que você tem de fazer nas situações adversas para que obtenha vitória: 1) “Invocarei ao Senhor enquanto eu viver” (vers. 2); 2) “andarei perante a face do Senhor na terra dos viventes” (vers. 9); 3) “tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do Senhor” (vers. 13); 4) “Pagarei os meus votos ao Senhor na presença de todo o seu povo” (vers. 14 e 18); 5) “nos átrios da Casa do Senhor, no meio de ti, ó Jerusalém! Louvai ao Senhor!” (vers. 16); 6) “Oferecerei sacrifícios de louvor a Deus” (vers. 17).

O apóstolo João descreveu o tipo de filho que DEUS verdadeiramente deseja encontrar aqui na terra: “Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, pois o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade” (João 4:23-24). A principal característica de um verdadeiro adorador é que seu louvor a DEUS não olha as circunstâncias nem escolhe um tempo. Em dias de sol e em dias de chuva, ele louva ao DEUS de sua salvação.

O deserto é inevitável na vida daqueles que estão em CRISTO e precisam ser aperfeiçoados por ELE. Os dias maus também são inevitáveis. Louvado seja DEUS porque ELE nos prova e nos aperfeiçoa. Nosso PAI tem um Amor especial por nós, por isso ELE nos quer melhores a cada dia, transformados, moldados. Mas não passe pelo deserto sem louvá-LO nem agradecê-LO por tudo o que ELE é sua vida. Nós, filhos de DEUS, recebemos vida nova em CRISTO para adorá-LO. Só quem não louva a DEUS é quem está morto espiritualmente, quem nunca nasceu de novo: “os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio” (Salmo 115:17); “Mostra tu maravilhas aos mortos? Levantam-se os mortos e te louvam?” (Salmo 88:10). DEUS te deu a boca, os sons, para ser louvado. “Dai ao Senhor a glória de seu nome; trazei presentes e vinde perante ele; adorai ao Senhor na beleza da sua santidade” (1 Crônicas 16:29). Desde agora e para sempre, que esta seja a nossa oração, que tenhamos a unção de adorá-LO em todos os momentos de nossa vida!

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Deixa Jesus entrar no teu Barco

Deixa Jesus Entrar No Seu Barco


Texto (Mc. 6:51) "E, subiu para o barco para estar com eles."

Às vezes não entendemos e não compreendemos, por que estamos sofrendo? Qual o motivo de tanto tribulação, e de tanto sofrimento? Será que Deus se esqueceu de mim? Onde o Senhor está que não está me vendo. Veremos nesta mensagem algumas lições importantes para alcançarmos as vitórias do Senhor Jesus EM TEMPOS DE CRISES.

VOCÊ DEVE OUVIR A VOZ DO SENHOR E OBEDECER

(Vs. 41) “E logo obrigou os seus discípulos a subir para o barco, e passar adiante, para o outro lado, a Betsaida, enquanto ele despedia a multidão”. Após a multiplicação dos cinco pães e dos dois peixes, Jesus se aproxima dos seus discípulos e ordenou que eles seguissem adiante, que eles entrassem em um barco e fosse para o outro lado. O s discípulos de Jesus ouviram a voz do Senhor e obedeceram e todos entram no barco e partiram para o outro lado para Betsaida. Mais o mestre não entrou com seus discípulos e se retirou sozinho para orar. Quero dizer para você que você não está sozinho nesta jornada, os discípulos pensavam que eles estavam sozinhos, mais não estavam, mesmo Jesus não estando com eles dentro do barco, o mestre estava de longe observando tudo o que estava acontecendo com os seus discípulos. (VS. 48) “E vendo que se fatigavam a remar, porque o vento lhes era contrário, perto da quarta vigília da noite aproximou-se deles, andando sobre o mar, e queria passar-lhes adiante”. Se você deseja alcançar as bênçãos e as vitórias que o Senhor tem reservado para você, então passe a dar valor às mínimas coisas que acontecem em sua vida. Mesmo que as situações forem contrárias pare para ouvir a voz do Senhor e obedece. O Senhor te chamou e te escolheu para ser um vencedor, e para vencer tempos que enfrentar os tempos difíceis, temos que enfrentar as tempestades, pois elas virão mais também ao de passar.

NÃO SE ENTREGA DIANTE DA TEMPESTADE, MAS LUTE E SE ESFORÇA PARA VENCÊ-LA

(Vs.48) “E vendo que se fatigavam a remar, porque o vento lhes era contrário, perto da quarta vigília da noite aproximou-se deles, andando sobre o mar, e queria passar-lhes adiante”. Os discípulos quando perceberam que o mar estava ficando agitado tiveram medo, mais não se entregaram diante da tempestade, eles se esforçaram para vencer aquela situação, chegaram a um ponto que já estavam ficando sem forças e desanimados, mais mesmo assim não se renderam e procuravam meios para vencer aquela adversidade. Querodizer para você, não sai do barco, ainda que as ondas estivessem grandes, ainda que as ondas estiverem batendo com violência sobre a sua embarcação. Tenha bom ânimo se esforce, não pense que você está sozinho, mais o Senhor vira ao teu encontro para te ajudar. Deus está no controle, ele tem te acompanhado nesta terra, os olhos do Senhor estarão sobre a sua vida você. Jesus ele está te vendo, ele está olhando para o seu sofrimento, não se preocupe, busque nele o refugio para a sua vida. Jesus vendo que eles estão em perigo, e cansados e fadigados se aproximou deles e disse: Tendo bom ânimo; não temas sou Jesus.

DEIXA JESUS ENTRAR NO SEU BARCO, POIS ELE SABE COMO VENCER A TEMPESTADE

(Vs. 51) “E subiu para o barco, para estar com eles, e o vento se aquietou”. Assim vai acontecer na sua vida, na hora em que você passar a ouvir a voz do Senhor e obedecer e deixar Jesus dirigir a sua vida, mesmo que você esteja no meio de uma tempestade, não acontecer nada com você, porque o Senhor teu Deus estará por perto para te ajudar e este problema não vai te vencer, mais o Senhor vencerá por você está tempestade que você está enfrentado. Por isso o Senhor fala contigo: Tende bom ânimo. E não temas, pois eu estou contigo.

AS TEMPESTADES NÃO TERÃO PODER DE IMPEDIR A SUA VITÓRIA

(Vs.53)“E, quando já estavam no outro lado, dirigiram-se à terra de Genesaré, e ali atracaram”. Meu irmão, minha irmã, não desista, não pare, tenha um pouco mais de confiança e confia no Deus que você serve. Jesus quer entrar na sua vida e dirigir o seu barco por águas tranqüilas, ainda que você esteja navegando por águas turbulentas, ainda que o mar da vida esteja agitado ao ponto da sua embarcação não aquentar, não desiste, mesmo que as suas forças estejam acabando, olha para Jesus, e não para as dificuldades, deixar Jesus entrar no seu barco, ou seja, deixa Jesus entrar na sua vida, ele sabe como acalmar este mar, a vitória virá. Não temas, tende bom ânimo. Jesus vai te dar vitória.

Conclusão
No meio da tempestade você não está sozinho, ainda que tudo não esteja acontecendo do jeito que você estava esperando, não fique desesperado, não desista, não pare de remar, não pare de lutar, se esforça e confia em Jesus, porque Ele virá ao seu socorro. “Quando a tempestade chegar: Ouvi o que o Senhor tem para te dizer” Tenha bom ânimo eu sou Jesus e estou contigo até o fim, não temas, porque eu vou acalmar o mar e te darei a sua vitória.



Autor: Pr. J. Silva

SEGUIDORES

Acompanhar por E-mail

OUTROS ARTIGOS

Ocorreu um erro neste gadget