Países visitantes

Países visitantes: Brasil, Estados Unidos da América, Portugal, Alemanha, Rússia, Canadá, Reino Unido, Argentina, Espanha, Angola, Polônia, China, França, Israel, Venezuela, Ucrânia, Paraguai, Bolívia, Indonésia, Malásia, Grécia, República Tcheca, Iraque, Jordânia, Hong Kong, Itália, Austrália e India.

sábado, 5 de março de 2011

VENCENDO AS TENTAÇÕES.

"Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar". - I Coríntios 10 :13.

Definimos tentação como uma atração para fazer o que é mal na esperança de obter o prazer ou o lucro, não importando as conseqüências disso.
Na luta do cristão contra o diabo, o principal campo de batalha é a tentação. Precisamos vencer o inimigo superando as tentações. Não estamos sós, contudo. Jesus tornou-se um homem, foi tentado como somos, obteve a vitória, assim mostrando como nós podemos triunfar sobre Satanás ( Hebreus 2:17-18; 4:15). É essencial, portanto, que analisemos cuidadosamente de que forma Jesus venceu.
Embora Jesus foi tentado várias vezes, ele enfrentou um teste especialmente severo logo depois que foi batizado. Lucas recorda este evento (Lucas 4:1-13), mas seguiremos a história conforme Mateus a conta: "A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome" (Mateus 4:1-2). Pelo fato que foi o Espírito que levou Jesus para o deserto mostra que Deus pretendia que Jesus fosse totalmente humano e sofresse tentação. Note estas três tentativas de Satanás para seduzir Jesus.

Falar em tentação é falar em um impulso íntimo dirigido para o pecado, originado dos instintos inferiores ou da malignidade do tentador. Também podemos dizer que é a indução para o mal, por sugestões do diabo ou da sensualidade.
A verdade é que Deus, na pessoa de Jesus viveu a humanidade e proporcionou meios para que a tentação não seja maior do que qualquer ser humano possa suportá-la. Talvez o maior problema esteja em se focar a tentação e não a raiz da mesma, assim já perdendo terreno até mesmo no tratamento com a mesma.
Por mais forte que possa ser a tentação, ela não passa de uma bem engenhosa mentira proposta pelo seu arquiteto, ou seja pelo diabo.

Note que não encontramos em toda a Bíblia, algum versículo dizendo para fugirmos da tentação, no entanto, encontramos orientação para fugirmos até da APARÊNCIA DO MAL (que muitos não observam) e resistir ao diabo.
A questão do mal é uma situação tão traiçoeira, que somos orientados a fugir até mesmo de sua aparência. Não é nem do mal em si, mas da aparência - percebem ? - I Tessalonicenses 5:22.
O outro conselho é resistir AO diabo, e ele fugirá de vós - Tiago 4:7. Muitos estão resistindo ao diabo, mas se fartando com os dividendos que ele oferece, então a vida se torna bastante complicada.
Para se resistir ao diabo, existe um pré-requisito - sujeitar-se a Deus. Aqui está o fio da meada ou a chave do sucesso. Sujeição total a Deus.

Tenho certeza que você já foi tentado em algo, e tentou resistir ao pensamento, chegando à conclusão de que não funciona, pois ao se ater novamente a situação, lá estava o pensamento mais firme e forte do que antes...Isso porque resistir "pensamentos" não funciona. Só se coroa um rei, quando outro foi destronado. Só se vence um pensamento, colocando-se outro no lugar. É como você mudar de canal em sua TV. Só entra um canal, se você desistiu do outro....
Na mente está o nosso maior campo de batalhas, e é ali que se ganha ou se vence, porém, atendo-se ao verdadeiro inimigo e combatendo-o da maneira correta.
O que prende a nossa atenção, certamente nos prende. Não é assim, quando você está lendo um livro, ou assistindo a um filme ?
Temos o mando de decidir o que de fato prenderá nossa atenção. Se algo que vem de Deus ou algo que vem do inimigo.
Sujeitando-nos, portanto a Deus, Ele nos capacitará para resistirmos a coisa certa, que é o diabo, então poderemos exercer a autoridade que já nos foi outorgada pelo Senhor - (Efésios 1:21) e assim, ele - o diabo - verdadeiramente fugirá de nós com toda sua tralha, e não teremos espaço em nossa mente para nem mesmo a aparência do mal, que dirá a tentação de forma concretizada.
Isso exige de nós que sejamos praticantes e não somente ouvintes da Palavra, pois se tal acontece, enganamos a nós mesmos.
Eis por que: ”O diabo tenta, mas o Senhor sustenta”.

Que Deus em Cristo vos abençoe.

Amém.

 


Nenhum comentário:

SEGUIDORES

Acompanhar por E-mail

OUTROS ARTIGOS

Ocorreu um erro neste gadget